“VEM PRA FOZ”: CIDADE VOLTA A RECEBER UM GRANDE NÚMERO DE TURISTAS

Foz do Iguaçu se preparou para receber, com todos os protocolos sanitários, os viajantes cansados de ficar em casa. Resultado: dentro do limite de visitação estabelecido, o Destino Iguaçu ficou cheio de turistas neste feriado prolongado da Independência. Os atrativos superaram as metas estabelecidas. O segmento turístico que apostou na retomada não tem do que se queixar.

Plano de viagem

Paulo Acorsi e Marina Floria queriam conhecer um local próximo e que a família pudesse fazer a viagem de carro próprio. “Há algum tempo já planejávamos conhecer a cidade de Foz do Iguaçu. Agora que a pandemia deu uma trégua, resolvemos pegar a estrada, e posso garantir que esta viagem de carro de São Paulo para Foz do Iguaçu valeu a pena demais. Hoje, depois de tanto tempo em casa, estamos mais leves, relaxados e tranquilos”, afirmou Marina.

O casal catarinense da cidade de Piçarras, Danilo e Gisele Petry, destaca que o passeio superou as expectativas da família. “Foi a melhor oportunidade e experiência que vivemos nos últimos tempos. Um local perfeito para descansar e com total zelo e cuidado ao visitante. Estamos felizes pela escolha e viagem à Terra das Cataratas”, disse Danilo.

Volta da esperança

“A esperança retomou com força total”, diz o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna. Desde o dia 30 de agosto, uma campanha patrocinada pela Itaipu, com o apoio de parceiros, mostra que Foz do Iguaçu é um destino seguro.

Nos atrativos, restaurantes e hotelaria a movimentação foi grande na cidade. “Há muito tempo não recebíamos tantos visitantes. De fato, fomos surpreendidos. Esperamos que esse retorno seja só o início”, diz o presidente do Visitors Bureau, Felipe Gonzáles.

No Parque Nacional do Iguaçu, houve esgotamento de ingressos. A limitação é para evitar aglomerações e garantir a segurança do visitante e do atendente. Muita gente deixou para o dia seguinte a visitação.

No Marco das Três Fronteiras, o público foi acima do esperado. No Complexo Dreams Park Show também houve bastante procura. Gente de toda a parte do Brasil.

Já a hotelaria atingiu a casa dos 30% da capacidade, um percentual que reanima o setor. Durante a pandemia, os hotéis estavam à míngua e, no retorno gradativo, não haviam registrado até então mais de 5%.

Para o presidente do Conselho Municipal de Turismo, Paulo Angeli, o feriadão da Independência foi uma prova de fogo. “Passamos no teste. Os visitantes sentiram segurança para retornar e escolheram nosso destino, o que redobra a nossa responsabilidade e nos dá ânimo para seguir em frente.”

O general Silva e Luna reforça: “Nossa gente queria um destino agradável e encontrou tudo isso nesse canto maravilhoso do planeta. Foz do Iguaçu está de parabéns”.

O balanço final será divulgado nesta terça-feira (8), com os dados de segunda-feira (7) já consolidados, mas os números parciais já dão uma boa sinalização do que foi esse feriadão. Todos os atrativos superaram a meta, mas, melhor do que isso, demonstraram estar seguros e preparados para o recomeço.

Os números de sábado e domingo

No sábado (5), as Cataratas receberam 2.275 visitantes; no domingo (6), 2.758. Para os dois dias e também para esta segunda-feira de feriado, o Parque Nacional do Iguaçu colocou à disposição 2.800 ingressos diários, durante as 8 horas de atendimento (das 8 às 16h).

Essa limitação é para garantir um passeio ainda mais seguro para todos, num ambiente aberto e num cenário maravilhoso.

A usina de Itaipu também comemora. Entre sexta-feira e domingo, os atrativos do Complexo Turístico receberam 2,5 mil visitantes. Só no domingo foram 1.515.

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?