POLÍCIA AMBIENTAL ORIENTA

 

ORIENTAÇÕES DA POLÍCIA AMBIENTAL EM CASO DE AVISTAMENTO OU IDENTIFICAÇÃO DE SINAIS DE CIRCULAÇÃO DE GRANDES FELINOS NAS PROXIMIDADES DE ÁREAS RURAIS E PERIFERIAS URBANAS.

Felinos de grande porte, como as onças-pintadas e onças-pardas, circulam num raio de 50 km. Ocasionalmente, em nosso estado, pode ocorrer o avistamento desses animais em áreas rurais e periferias urbanas com áreas de preservação adjacentes.

É natural que a população tenha o medo desses felinos haja vista que são animais carnívoros de grande porte, no entanto o número de incidentes envolvendo onças na América do Sul é mínimo e quando ocorrem, normalmente são provocados pelo comportamento humano. Animais silvestres atacam em circunstâncias muito bem definidas (captura de alimento, acuados ou ameaçados, proteção da prole ou território). O ser humano coloca-se em risco por ocasião da prática de caça, ceva ou desrespeitando o limite de proximidade característico de cada animal, aproximar-se a felinos de maneira provocativa e intencional é colocar-se em situação de risco.

Ultimamente tem-se registrado a presença da espécie conhecida como Onça Parda (Puma concolor) em ambientes urbanos. Tal desequilíbrio tem relação direta com a pressão antrópica exercida nos ambientes naturais. A redução das áreas de reserva legal, de preservação permanente, somada a ação de caçadores provoca de maneira direta a redução da população de presas comprometendo assim a alimentação e a área de reprodução desses animais. A competição não natural pressiona o felino a procurar novas áreas em busca de alimento e abrigo.

Por outro lado, a ausência de predadores de topo no ambiente natural provoca um desequilíbrio na população de mamíferos herbívoros ocasionando grandes prejuízos em áreas de cultivo agrícola.

Apesar do baixo risco de acidentes, lembrando que normalmente estes animais fogem com a aproximação humana, onças são fisicamente capazes de ferir com gravidade uma pessoa adulta, logo a melhor maneira de evitar tais acidentes é estimulando a conservação de seus ambientes naturais.

 

ORIENTAÇÕES NO CASO DE ENCONTRO OU AVISTAMENTO DE ONÇAS PARDAS.

1. Mantenha a calma;
2. Evite qualquer ação que o animal entenda como ameaça;
3. Não se aproxime da onça, não tente tirar fotos ou filmar;
4. Nunca vire as costas e saia correndo (a Onça pode te confundir com uma
presa);

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?