OPERAÇÃO INTEGRAÇÃO APREENDE 180 METROS DE LENHA NATIVA

 

Multa aplicada pelo crime ambiental foi de R$ 54.000

Na tarde de quarta-feira, dia 19, policiais militares do 21º Batalhão de Polícia Militar e do Batalhão de Polícia Ambiental – Força Verde cumpriram uma denúncia recebida por meio do número 181 – Disque Denúncias. A ocorrência integra a Operação Integração e foi executada na comunidade rural de Rio Saltinho, em Francisco Beltrão.

O proprietário tinha em depósito lenha nativa armazenada de forma irregular, ou seja, sem a licença ambiental. Na vistoria, os policiais constataram que existiam 180 metros cúbicos de lenha de várias espécies, como: Angico, Canela, Açoita-cavalo e Rabo-de-bugio, as quais estavam armazenadas em dois galpões e ao lado de um barracão onde são criados frangos. O proprietário não possuía licença para o armazenamento dos produtos de origem florestal nativo e alegou utilizá-los para queimar e manter as aves aquecidas. Não soube informar quem foi o vendedor, pois adquiriu a lenha de várias pessoas diferentes.

Foi lavrado um termo circunstanciado e também uma multa por infração ambiental no valor de R$ 54.000. A lenha por enquanto está apreendida e o autuado é o fiel depositário até a sua destinação. Ele vai responder por receber produtos de origem vegetal sem licença, um crime contra o meio ambiente, previsto na Lei 9.605/98.

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?