Moradores aprovam ciclovias construídas pela Itaipu e orçadas em R$ 16 milhões

 

 

Mesmo antes de estarem totalmente concluídas, as duas ciclovias em construção pela usina de Itaipu – na Avenida Tancredo Neves e na Vila A – já estão sendo provadas e aprovadas pela população. Ambas estão localizadas na região norte de Foz do Iguaçu. “Nossa gente está aproveitando o investimento que Itaipu está fazendo na melhoria da qualidade de vida da população nesses locais, seja para se divertir ou fazer esporte, sozinhos ou em família, o que para nós é uma grande satisfação”, diz o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna.

A primeira fase da ciclovia na Avenida Tancredo Neves, com investimentos de R$ 3,06 milhões e que liga a barreira da Itaipu ao trevo de Furnas (cruzamento com a Av. Tarquínio Joslin dos Santos) está pronta. A segunda fase, do trevo à ponte do Rio Almada, com custo de R$ 5,09 milhões, está 30% concluída. A obra deve ficar pronta em março de 2021.

Já a ciclovia da Vila A está 40% finalizada. O investimento da Itaipu no projeto é de R$ 8,4 milhões. A entrega deve ocorrer em dezembro deste ano. Além da pista da ciclovia propriamente dita, o projeto também inclui calçamento e iluminação. No total, a margem brasileira da binacional está investindo R$ 16,55 milhões nos dois projetos.

O casal Darci de Nadai, de 65 anos, e Rosani Salete de Nadai, de 61 anos, mora há mais de 20 anos na Vila A e está aprovando a novidade. “A gente precisava desse investimento, com certeza. O lugar agora está começando a ter uma boa infraestrutura”, diz Darci, que é aposentado e trabalhava na Itaipu. “Antes caminhávamos no Gramadão e agora estamos usando a nova ciclovia, de três a quatro vezes por semana”, completa Rosani.

Gerson Valiati, de 54 anos, é outro morador da Vila A que já está aproveitando a nova estrutura quase todos os dias.

Aposentado da Copel, ele sempre fez caminhadas pelo bairro e costuma andar de bicicleta com amigos, mas, nesta terça-feira (1º),  pela manhã, saiu para uma pedalada sozinho. “A ciclovia é uma boa melhora, algo que realmente precisávamos. Foz é muito carente disso”, avalia.

A comerciante Andréia Chen, de 39 anos, caminha, corre ou anda de bicicleta quase todos os dias na ciclovia da Tancredo Neves. Moradora do condomínio Terra Nova, ela diz estar adorando sua nova rotina. “É perfeito. E muita gente está gostando também. À noite e nos fins de semana, todo mundo quer aproveitar ao máximo, mas venho de manhã porque é o horário que meu trabalho permite”.

A técnica de enfermagem Joelma dos Santos, de 30 anos, e as manicures Eliane Alves Ferreira, de 39 anos, e Célia Alves Ferreira, de 41 anos, são amigas e vizinhas, e também costumam caminhar quase todos os dias na nova ciclovia da Tancredo Neves. “É uma maravilha”, afirma Joelma. “A Itaipu está de parabéns por esse investimento”, completa Eliane.

O conjunto de investimentos feitos pela Itaipu em obras em Foz e região soma mais de R$ 1 bilhão. Toda a aplicação do repasse desses recursos está sujeita ao controle do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR).

Assessoria
Facebook
Google+
Twitter

Nota de Pesar

    A Secretaria Municipal da Saúde manifesta o mais profundo pesar pelo falecimento da servidora Regina Célia Pereira Gomes, 56 anos, ocorrido na manhã

LEIA MAIS
× Como posso te ajudar?