Hussein Bakri destaca participação dos deputados em pedido de suspensão do reajuste da água

 

 

Nesta quarta-feira (26), o Governador Ratinho Junior (PSD) anunciou que pedirá à Agência Reguladora do Paraná (Agepar) a suspensão do reajuste da tarifa de água e esgoto, válido a partir de novembro. A decisão atendeu a um apelo dos deputados estaduais, que, segundo o Líder do Governo, Hussein Bakri (PSD), entendem que, diante dos reflexos da pandemia sobre as finanças dos paranaenses, não é momento para aumento dos valores. Este é um dos argumentos que a Procuradoria Geral do Estado vai apresentar à Agepar, além de alegar também a calamidade hídrica que o Estado enfrenta.

“Meu papel como Líder é fazer a interlocução entre os deputados da base e o Governo, valorizando o papel do Parlamento. Senti uma enorme insatisfação dos colegas em relação ao aumento das tarifas da Sanepar, pois entendemos que não é hora para reajuste em meio à situação difícil que a população está passando. Tratamos desse assunto com o Governador e com o Chefe da Casa Civil, Guto Silva, que, de imediato, tomaram as medidas necessárias no sentido de suspender o aumento, demonstrando sensibilidade com o momento atual. É claro que a Sanepar envolve milhares de acionistas, mas o Estado é majoritário e tem de olhar para o cidadão”, afirmou Hussein Bakri.

Em nota, o Governo informou que, por meio de requerimento à Agepar, “sustentará que o reajuste compromete ainda mais o orçamento doméstico de grande parte da população, que já convive com a queda de renda em razão dos efeitos adversos da pandemia do novo coronavírus sobre o mercado de trabalho e também por causa da calamidade hídrica”. A agência – que é um órgão autônomo, independente e não sofre interferência do Executivo estadual – é responsável pela regulação, normatização, mediação e fiscalização dos serviços de abastecimento de água potável e esgotamento sanitário no Paraná.

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?