Famílias atendidas pela ACDD recebem kits de higienização comprados com auxílio eventual de Itaipu

 

Entidade sem fins lucrativos atua há 36 anos em Foz do Iguaçu e atende pessoas com deficiência física e suas famílias.

A Itaipu Binacional participou, nesta quinta-feira (1º), da entrega dos primeiros kits com produtos de higiene e limpeza para famílias atendidas pela Associação Cristã de Deficientes Físicos (ACDD). Os produtos foram adquiridos pela própria associação, com recursos do fundo de auxílio eventual de Itaipu – que neste ano teve o valor ampliado para socorrer entidades que sofreram o impacto econômico da pandemia da covid-19.

No total, são 115 kits, incluindo itens como álcool em gel, fraldas, sabonete, detergente e água sanitária. Também foram comprados com recursos do auxílio eventual equipamentos de segurança, dispenser de álcool em gel e papel toalha e bancadas de higienização para diversos ambientes da associação, com investimento de R$ 63,8 mil.

Além dos kits, recursos do fundo de auxílio eventual de Itaipu foram usados para equipar a nova sala de fisioterapia da ACDD. São mais de 80 equipamentos, como andadores, maca mecânica e uma gaiola therasuit – sistema de terapia intensiva para exercícios de equilíbrio e fortalecimento muscular. O investimento foi de R$ 117,5 mil e a previsão é que a sala esteja pronta para o uso até dezembro.

A entrega dos kits de higiene e limpeza foi feita pelo assessor especial da Diretoria Geral brasileira da Itaipu, coronel Aureo Ferreira, ao presidente da ACDD, Josias Florêncio da Silva. O coronel Aureo representou o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna. Também participaram da cerimônia Carina dos Santos, diretora pedagógica da associação; Wanderleia de Jesus, assistente social; Clariene Modena de Freitas, da Assistência da Diretoria Geral de Itaipu; e representantes das famílias que serão beneficiadas.

Coronel Aureo defendeu o apoio lembrando que Itaipu é uma empresa binacional, que pertence a brasileiros e paraguaios, com responsabilidades sociais que vão além da produção de energia. Essa missão se torna ainda mais relevante em momentos de crise econômica, como a atual, provocada pela pandemia do novo coronavírus. “Dentro das nossas possibilidades, buscamos apoiar as demandas que nos chegam de forma organizada e fundamentada. E esse é o caso da ACDD”, afirmou

Josias da Silva disse que o impacto da pandemia foi grande nas comunidades mais vulneráveis e agradeceu a ajuda de Itaipu para a manutenção dos projetos da entidade. Ele também explicou os planos de ampliação do espaço, que vão possibilitar o atendimento de um maior número de pessoas. “O apoio de Itaipu tem sido fundamental.”

A ACDD é uma instituição sem fins lucrativos, que atua há 36 anos em Foz do Iguaçu, e presta atendimento a pessoas com deficiência física neuromotora e suas famílias. O trabalho envolve atividades continuadas nas áreas de educação, saúde e assistência social, entre outras. Hoje, 115 famílias são beneficiadas.

Ação contra a covid-19

Neste ano, por causa da pandemia de covid-19, o valor do auxílio emergencial de Itaipu já chegou a R$ 4,8 milhões, valor quase quatro vezes superior ao previsto inicialmente. Estão sendo beneficiadas 68 entidades humanitárias de Foz do Iguaçu e região, que atendem a um público de aproximadamente 30 mil pessoas.

No total, a empresa já investiu mais de R$ 24 milhões em ações de combate à doença na região. Entre elas, a reestruturação do Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC) e a compra de equipamentos, insumos e testes em larga escala para diagnóstico da doença. A empresa também formalizou um convênio com o governo do Estado para contratação de bolsistas na área médica.

Todas as medidas foram tomadas seguindo as diretrizes do governo federal para atendimento aos públicos mais vulneráveis.

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?