Equipe de cardiologia da Clínica de Especialidades Madre de Dio é pioneira em terapia com ECMO no interior do Paraná

 

Equipamento funciona como um pulmão e um coração artificiais e pode auxiliar os pacientes que estão com os órgãos comprometidos.

 

A ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea) é uma terapia feita com o auxílio de um equipamento de alta complexidade que pode ser usado no tratamento de pessoas de todas as idades, desde recém-nascidos até idosos, para ajudar a equipe médica a substituir a atividade do coração ou do pulmão do paciente que vem recebendo atendimento.

Essa tecnologia, acompanhada da atenção de uma equipe treinada para atender diversas especialidades, já está à disposição dos moradores do interior Paraná.
Pioneirismo

Buscando a excelência no atendimento o Hospital Madre de Dio foi um dos primeiros do interior do país a oferecer o tratamento com o uso da ECMO. Com a nova terapia, os especialistas que cuidam de pacientes que estão com o pulmão ou o coração comprometidos têm mais chances de reverter o problema.

De uma forma simplificada, o aparelho funciona da seguinte maneira: o sangue do paciente passa pela máquina que assume a função do órgão doente. Na máquina, o sangue é oxigenado e volta para a pessoa, como se estivesse circulando normalmente pelo corpo. Enquanto isso, o órgão comprometido tem mais tempo e condições clínicas para se recuperar, aumentando as chances de sobrevida dos pacientes. É como se o paciente tivesse um coração ou um pulmão a mais.

O equipamento foi adquirido pelo Hospital Madre de Dio no início do mês de agosto e até o momento dois pacientes já foram tratados.

Alternativa no tratamento da Covid-19

Atualmente, a terapia ECMO, utilizada para tratar pacientes com insuficiência cardíaca e/ou insuficiência respiratória grave, vem sendo utilizada em todo o mundo para tratar pacientes diagnosticados com Covid-19. Vários países já dispõem dessa tecnologia e muitos pacientes já receberam o tratamento com sucesso, principalmente nos grandes centros.

Em São Miguel do Iguaçu, o Madre de Dio vem utilizando a alternativa no tratamento de pacientes infectados pela Covid-19. Nestedomingo (13), um paciente que estava com o pulmão artificial, foi retirado da assistência com grande sucesso. O médico Luis Bongiolo Mattos disse que o paciente se recupera bem da terapia de ECMO após o diagnóstico da infecção provocada pelo novo coronavírus. O especialista disse que agora ele segue em tratamento na UTI, mas com o pulmão bem melhor.

A Instituição

Sediado em São Miguel do Iguaçu, o Hospital Madre de Dio foi fundado em 2017 pelo empresário Wagner Mattos. Apesar do pouco tempo de funcionamento, a instituição tem muita experiência na área médica e se preocupa com a qualidade do atendimento prestado e com a saúde das pessoas.

Junto ao Hospital funciona hoje a Clínica de Especialidades Madre de Dio, uma empresa que oferece aos moradores da região oeste, o que há de mais atual e moderno na medicina.

Saúde humanizada

Mas fazer medicina não é apenas investir em tecnologia e novos equipamentos. É preciso também uma equipe especializada, alinhada e determinada a oferecer qualidade de vida aos pacientes.

O corpo clínico do Madre de Dio é formado por integrantes da família Mattos que é de São Miguel e que escolheu a região oeste para fazer o que mais gosta: oferecer saúde às pessoas.

Tanto que a família, que atua na área de saúde há muitos anos, deixou a administração do hospital aos cuidados de uma empresa privada e especializada em gestão hospitalar, e que dirige outros 28 hospitais no país.

Corpo clínico

Com um corpo clínico especializado e variado, hoje o Hospital conta com equipes completas de cardiologia, urologia, ginecologia obstetrícia, pediatria, cirurgia do aparelho digestivo, cirurgia torácica, cirurgia cardiovascular, hemodinâmica com cateterismo e também com neurointervensão.

O Madre Dio possui hoje 300 leitos, sendo que desses 38 leitos são de Unidades de Terapia Intensiva, incluindo UTI neonatal e UTI adulto e realiza procedimentos de média e de alta complexidade, com toda a segurança, seja para pacientes particulares ou para moradores da área da 9ª regional de saúde (SUS) e do Paraguai.

A equipe de cardiologia – A equipe de Cardiologia da Clínica de Especialidade Madre de Dio, que integra esse projeto foi escolhida de meneira criteriosa. Os profissionais, coordenados pelo cardiologista David Mattos, que estão atuando também no tratamento com a ECMO, são:

– Dr. Luis Bongiolo Mattos (cirurgião cardiovascular)
– Dr. Alan Anderson Fernandes Oliveira (cirurgião cardiovascular)
– Bruno Zampieri Martinho (perfusionista)
– Denilson Vieira da Cruz (perfusionista)

 

Hemodinâmica – A equipe é formada pelos médicos Cesar Dusilek (cardiologista intervencionista), Álvaro Moura (cardiologista intervencionista), Danilo Taiguara (cardiologista intervencionista), André Olesko e Sadi Navarro
Para o Dr. David Mattos, pensar em saúde não é apenas investir em novas tecnologias ou equipamentos e sim, reunir profissionais capacitados que juntos, podem garantir mais vida para as pessoas. “E é justamente esse o nosso objetivo aqui no Madre Dio”, diz.

 

Fotos:

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?