Deputado Hussein Bakri destaca investimento de R$ 820 milhões da Copel para modernizar distribuição de energia no Paraná

 

 

A Copel lançou, nesta quarta-feira (9), o programa Rede Elétrica Inteligente, que vai modernizar a gestão e a distribuição de energia elétrica no Paraná, sem qualquer custo adicional para os consumidores.

Nas duas fases do programa, será feito um investimento total de R$ 820 milhões para atender 151 municípios, levando a nova tecnologia para 4,5 milhão de paranaenses.

As unidades consumidoras terão medidores digitais que se comunicam diretamente com o Centro Integrado de Operação da Distribuição da Copel, facilitando o controle de toda a cadeia, da subestação até o consumidor final.

A tecnologia vai reduzir o tempo de desligamento provocado por intempéries e outros fatores externos ao sistema, ao permitir que a rede se religue sozinha na maioria dos casos e que a Copel detecte o problema exato a partir de Curitiba, para a ação dos técnicos no local quando for necessário.

Também será possível monitorar a qualidade do fornecimento às unidades consumidoras a partir de variáveis como tensão, corrente e potência, se antecipando a possíveis falhas.

O programa ainda tornará possível a leitura de consumo à distância e permitirá autonomia dos consumidores para monitorar o consumo de energia em tempo real por aplicativo, sabendo, por exemplo, quais equipamentos estão influenciando mais no gasto de energia.

“A Copel prova mais uma vez porque é uma empresa de referência e excelência para o país no setor elétrico. Cada vez mais inserida no projeto do Governo Ratinho Junior de impulsionar o desenvolvimento regional, a companhia vai fomentar a economia do Estado, sobretudo no campo, e fortalecer o nosso agronegócio, com um sistema moderno, seguro e de qualidade”, destacou o deputado HUSSEIN BAKRI (PSD), que é Líder do Governo na Assembleia Legislativa.

Entre algumas das cidades beneficiadas estarão Bituruna, Cruz Machado, General Carneiro, Mallet, Paula Freitas, Paulo Frontin, Pinhão, Porto União, Porto Vitória, União Da Vitória (primeira fase); e Antônio Olinto, Entre Rios do Oeste, Foz do Iguaçu, Guaíra, Guaraniaçu, Irati, Marechal Cândido Rondon, Missal, Ponta Grossa, São João do Triunfo, São Mateus do Sul (segunda fase).

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?