AEROPORTO COM OBRAS A TODO VAPOR

 

As obras da nova pista do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu já alcançaram 40%. A estrutura proporcionará mais voos para o município, ampliando a concorrência com destinos do mundo inteiro, e é parte do projeto de transformar o Paraná no hub de distribuição da América do Sul.

A pista do Aeroporto Internacional Cataratas tem 2.195 metros de comprimento por 45 metros de largura e é considerada curta para decolagem de voos de longa distância. Hoje não é possível decolar com o tanque cheio, o que impossibilita voos diretos para os Estados Unidos e a Europa. A nova pista terá 2,8 mil metros, 605 metros a mais que a atual.

O projeto de ampliação da pista estava praticamente abandonado com os leilões dos aeroportos propostos pelo Governo Federal. O deputado federal Vermelho conversou com o governador Ratinho Junior e com o general Silva e Luna, reapresentou o projeto do Fundo Iguaçu e as negociações foram retomadas. “A ampliação da pista é fundamental para o desenvolvimento do turismo de Foz e região”, disse Vermelho.

Na oportunidade, Vermelho também conversou com dirigentes da Secretaria de Aviação Civil (SAC) que optaram pela concretização da obra antes da concessão para a iniciativa privada para ganhar tempo para incentivar o potencial turístico da região. “Com a ampliação – diz Vermelho – o governo poderá ter um ganho adicional de R$ 1 bilhão na hora da concessão”.

A primeira parte será concluída já em setembro. Esta etapa inclui a ampliação do pátio de manobras de aeronaves, a duplicação da via de acesso ao aeroporto (ligação entre o terminal e a BR-469) e a implantação de uma nova pista para taxiamento. O projeto está sendo financiado em parceria pela Itaipu Binacional e Infraero. A contrapartida da Itaipu nessa parte do projeto foi de R$ 15,5 milhões, equivalente a 76,87% do valor total do contrato.

 

A segunda parte do projeto, que inclui a ampliação da pista de pouso e decolagem, segue de acordo com o cronograma e já está com 40% das obras prontas. A entrega deve acontecer em abril de 2021. O investimento da Itaipu nesta etapa é de R$ 55,5 milhões, referentes a 80% do valor do contrato.

Será aplicada na pista, ainda, uma camada de revestimento de Stone Matrix Asphalt (SMA), que dá ganho de performance de 20% às aeronaves, o que permite autonomia de voos para locais como Miami, Nova York, Lisboa e Madri. A intervenção ainda prevê alças de retornos e acostamentos. Haverá, ainda, uma ciclovia, passarelas de pedestres e abrigos de ônibus.
R$ 1 bilhão de investimentos

Além dos investimentos no aeroporto, Itaipu também está custeando a segunda ponte com o Paraguai, a Perimetral Leste, a duplicação da Rodovia das Cataratas, Mercado Municipal, ciclovias e investimentos nas áreas de saúde e educação.
Os investimentos de R$ 1 bilhão durante a gestão Silva e Luna, é o maior pacote integrado da história, junto com Governo do Estado e o governo federal. Tudo isso está sendo facilitado graças ao novo modelo de gestão de Itaipu visando deixar um legado para a sociedade.

 

 

Foto: Rubens Fraulini/Itaipu
Da redação com AEN

Facebook
Google+
Twitter

DETRAN VOLTA A ATENDER EM FOZ

  A 16ª Ciretran (Detran) de Foz do Iguaçu voltou a atender o público por agendamento nesta segunda-feira (28). O trabalho foi interrompido na última

LEIA MAIS
× Como posso te ajudar?