Aduana argentina planeja mudanças para reabertura da fronteira

 

Representantes do Ministério do Interior e das associações de taxistas e remisses de Puerto Iguazú, se reuniram para definir mudanças no trânsito de veículos na aduana argentina da Ponte Internacional Tancredo Neves, na fronteira com Foz do Iguaçu. A informação é do jornal La Voz das Cataratas.

As autoridades informaram que a ideia é aproveitar o período de pandemia, de fronteira fechada, para “realizar obras de melhorias reivindicadas pelos trabalhadores, principalmente nas temporadas de maior movimentação turística”.
Segundo o coordenador Héctor Correaga, do Centro de Fronteira da Mesopotâmia Norte, jurisdição de Iguazú e Posadas, é preciso resolver os antigos problemas no momento em que a fronteira está fechada. “Os bons projetos devem ser colocados em prática e acompanhado para que aconteçam. Devemos iniciar as obras nesse período de pandemia, para que a mão de obra local também seja beneficiada”.

Coreaga disse que entre as melhorais está previsto o reforço dos acostamentos da estrada e mudança nos acessos de entrada e saída da aduana, com guichês em 45º; construção de uma perimetral na área de comércio exterior, com portões de segurança do prédio; e reforma de banheiros. No local ainda deve ser construído um posto de saúde para atendimento público, com médicos e ambulância à disposição.
O diretor da cooperativa de Remisses e Taxistas (Unicoop), Daniel Bernal, acredita que os projetos irão beneficiar a todos e não apenas o turismo. “Ficamos responsáveis pela reforma e funcionamento da barreira destinada a táxis e remisses, para quando volte a funcionar”, disse.

 

 

GDia

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?