A Receita Federal deflagra a Operação Escudo.

 

A Escudo soma-se à Fronteira Blindada e à Muralha como mais uma barreira da Receita Federal no combate ao contrabando oriundo das fronteiras.

A operação será permanente, através do desenvolvimento orquestrado de ações de repressão ao contrabando e descaminho em diferentes frentes de atuação, diuturnamente.

A segunda etapa da Operação Escudo acontece em Cascavel e região no período de 17 a 20 de agosto e envolve 20 servidores da Receita Federal que atuam na atividade de Vigilância e Repressão Aduaneira.

Foram realizadas ações de repressão em centros de distribuição de remessas postais, transportadoras, comércios locais, bem como rodovias e estradas secundárias, rotas usualmente utilizadas para escoamento de contrabando e descaminho para diversas regiões do país.

Em cascavel, durante fiscalização de remessas postais nos Correios, na segunda, 17/08 foram retidos 365 objetos retidos de mercadorias estrangeiras, sem documentação de importação, principalmente celulares e eletrônicos, num valor estimado em R$350 mil e 15kg de maconha.

Nos correios de Umuarama, na terça dia 18/08, foram detidos 550 objetos num valor de R$300 mil.

Durante fiscalização nas estradas de Cascavel e região 2 veículos foram retidos transportando eletrônicos (sera deslacrado amanha, sexta, as 9h30 no Deposito da RF em Cascavel e a imprensa pode acompanhar). Foram fiscalizados dezenas de veículos nas estradas e pedágios utilizados como rota para o q e contrabando, sendo apreendidas mercadorias em ônibus de linha que vinham de Foz para São Paulo. 15 volumes foram retidos num valor de R$50 mil.

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?