General Ferreira elogia gestão do Hospital Costa Cavalcanti, mantido por Itaipu

 

O diretor-geral brasileiro da Itaipu, general João Francisco Ferreira, iniciou nesta semana uma série de visitas às fundações mantidas pela usina. Na manhã desta quarta-feira (14), ele foi recebido pela diretoria da Fundação Itaiguapy, entidade administradora do Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), na sede da fundação.

Na visita, o diretor-superintendente do HMCC, Fernando Cossa, fez uma apresentação sobre a história do hospital, criado para atender os empregados envolvidos na construção da Itaipu, falou dos investimentos da Itaipu que fizeram do HMCC um dos melhores hospitais do País e explicou sobre os planos de futuro da Fundação Itaiguapy, que vai capitanear a transformação de Foz do Iguaçu em um hub de saúde das Américas.

“Vimos que o hospital está sendo muito bem administrado, inclusive com preocupações para o futuro. Minha intenção é que seja mantido esse trabalho e tudo o que está dando certo até aqui”, afirmou o general.

Os próximos compromissos do general Ferreira, que há uma semana assumiu a Diretoria Geral Brasileira, dentro desse roteiro, serão nesta quinta-feira (15), com uma visita à nova sede da Fibra, que foi inaugurada no final de março, na Vila A. Na sexta-feira (16), o diretor será recebido na Fundação PTI.

Visão de futuro

Fernando Cossa falou sobre a história do hospital, construído em 1979 ainda como “Hospital Itaipu” e que, em 1994, passou a atender a população de Foz do Iguaçu, após a construção da hidrelétrica. Naquele ano, foi criada a Fundação Itaiguapy para administrar o HMCC. Atualmente, o hospital atende os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) além de outros 40 planos de saúde. Nos últimos quatro anos, foram mais de 2 milhões de atendimentos.

Em 2014, o HMCC recebeu a Acreditação com Excelência Nível 3, que reconhece a qualidade de atendimento da instituição. A Acreditação foi renovada no final do ano passado. O hospital também foi eleito pela Revista Newsweek como o 16º melhor do País, o terceiro do Sul do Brasil e o melhor do Paraná, em uma lista de 96 instituições brasileiras.

Durante a pandemia da Covid-19, a Itaipu teve uma atuação fundamental ao equipar o hospital para atender a população. Com isso, foi possível o acréscimo de 50 leitos de UTI e 22 leitos de enfermaria exclusivos para os pacientes de covid-19. Até o último dia 9 de abril, 842 pessoas tiveram alta da doença no hospital.

O diretor-superintendente também falou sobre o plano de expansão do hospital, que terá, em 2023, um acréscimo de 58 leitos, subindo dos atuais 202 para 260. Ele também comentou sobre a participação da fundação no empreendimento Day Medical Center, um espaço de 26 mil metros quadrados que vai abrigar uma filial do HMCC de quase 7 mil metros quadrados, onde serão feitos atendimentos de pequena e média complexidade.

“Estamos honrados com a visita do general João Francisco Ferreira, que nos orientou pela continuidade do trabalho e das ações que já vêm sendo desenvolvidas, nos deixando um claro direcionamento”, afirmou Fernando Cossa. “Continuamos firmes no propósito de proporcionar o melhor complexo hospitalar e todos os recursos disponíveis para a nossa região.”

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?