Samu de Foz do Iguaçu inicia formação com nova turma de socorristas e enfermeiros nesta terça-feira (13)

 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) começou nesta terça-feira, 13, o curso de formação com uma turma de sete novos enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem.

Quatro deles irão compor o efetivo da corporação para atender aos serviços de emergência. Os outros três já fazem parte do transporte social e optaram pelo curso com a intenção de melhorar a assistência oferecida.

Os profissionais da saúde terão durante toda a semana instruções teóricas sobre o histórico do serviço, legislações e estrutura, além de práticas para assistência a emergências com os equipamentos de socorro em ambulâncias.

A coordenadora de enfermagem do Samu, Marta de Lima, afirma que a previsão é de que os novos profissionais já comecem a atuar nas próximas semanas. “Com a ampliação do número de atendimentos, é necessário também tornar nosso efetivo mais amplo e com conhecimento novo. Teremos um ganho muito grande com esse novo time”, destaca.

A secretária municipal de Saúde, Rosa Jeronymo, destacou que as capacitações são fundamentais para garantir o bom atendimento no sistema municipal de saúde. “Nossos profissionais estão constantemente se atualizando, com o objetivo de oferecer à população atendimento humanizado e eficiente”.

Acúmulo de conhecimento

Os quatro profissionais que irão para o Samu foram transferidos da Unidade Básica de Saúde (UBS) 24h Padre Ítalo, no Porto Meira. Para a auxiliar de enfermagem Karline Siqueira, mesmo com experiência no atendimento nas unidades básicas, o novo trabalho será desafiador. “Estive como enfermeira de UBS durante quase dois anos e assumi esse desafio para aprender mais, me especializar e entregar um atendimento de qualidade aos cidadãos”, diz.

A coordenadora de enfermagem da unidade 24h Padre Ítalo, Karina Dugatto, irá utilizar os conhecimentos do curso para aplicar no dia a dia de atendimento na UBS. “Pedi para participar dessa formação com a intenção de aprender e replicar aos demais enfermeiros algumas práticas para melhorar o nosso trabalho quando atendemos casos de emergência”, conta.

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?