Davi Muller, de 11 anos, conquistou a premiação na 23ª edição da Olimpíada.

 

Entre tantos sonhos que uma criança deseja, Davi Muller Pereira quer ir além e se tornar um astronauta.

Com o apoio dos pais, Fabiano Pereira e Roberta Muller, o primogênito busca as oportunidades para trilhar este caminho:

“Tenho o desenho do meu primeiro foguete para ir para o espaço e agora preciso estudar muito”, diz em uma das suas falas mais intensas quanto aos planos de carreira.

Mas não para por ai. Davi tem outros hábitos como: estudar sobre galáxias, constelações, planetas e também a vida na Terra. Uma curiosidade que sem dúvida o leva para além da maioria das crianças da sua idade.

Ele conta animado de como esse resultado acendeu a busca pela realização do sonho:

“Agora vou me inscrever em mais concursos e treinar muito”, relatou com brilho em seus olhos.

A Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) é um evento anual e teve sua primeira edição em 1998, e no site estão disponíveis estatísticas e resultados de todas as edições.

A OBA é um evento aberto à participação de escolas públicas ou privadas, urbanas ou rurais, sem exigência de número mínimo ou máximo de alunos, os quais devem preferencialmente participar voluntariamente.

Podem participar da OBA alunos do primeiro ano do ensino fundamental até alunos do último ano do ensino médio.

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?