Mais de 50% da população adulta completou a imunização contra a Covid-19

Foz do Iguaçu atingiu a marca de 50,7% da população adulta vacinada com a segunda dose ou a dose única contra a Covid-19. São 100.482 moradores que completaram a imunização, aumentando a defesa contra o coronavírus. A expectativa da Secretaria Municipal da Saúde é chegar 100% da população adulta com a segunda dose até 30 de novembro.

Ao todo, 291.687 doses foram aplicadas no município desde o começo da campanha, em janeiro. A vacinação com primeira dose atingiu 100,05% da população adulta estimada pelo Ipardes (Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social).

“Mesmo com números expressivos da vacinação, é essencial que a população continue se cuidando, fazendo uso de máscara, álcool em gel e mantendo o distanciamento social. Ainda estamos em pandemia e todo o cuidado é necessário”, lembra a secretária de saúde, Rosa Maria Jerônymo.

Os reflexos da vacinação podem ser observados pelos boletins epidemiológicos da Secretaria da Saúde. Enquanto no mês de março de 2021 o município chegou a registrar 307 casos em 24 horas, hoje a média móvel é de 32,43.

A média móvel dos óbitos também apresenta queda: em março, foram registrados 17 óbitos em 24 horas e, atualmente, está em 0,71 óbitos. O número de pacientes graves que demandam internamento também diminuiu significativamente. O Hospital Municipal Padre Germano Lauck, referência no atendimento à covid, durante vários meses trabalhou com a lotação de 100% dos leitos de UTI e atualmente encontra-se com 34% de ocupação.

 

Vacinação

De hoje (13) até 30 de setembro, 17.176 pessoas devem receber a segunda dose em alguma unidade básica de saúde ou na sede da Vigilância. “Quando essas pessoas receberam a primeira dose, elas já saíram da unidade com a data e o horário para o retorno. Não há necessidade de agendar o atendimento pelo site da prefeitura, basta procurar a mesma unidade de saúde. Quem vacinou na Vigilância também deve voltar no dia determinado”, informa a coordenadora do programa de imunização, Adriana Izuka. Aqueles que por ventura perderam o prazo devem buscar a unidade de saúde o quanto antes. “Mesmo fora do prazo é preciso garantir as duas doses para obter uma boa resposta imune”, afirma.

Com exceção da vacina da Janssen, que confere imunidade contra o coronavírus após 14 dias da única dose, as demais (Coronavac, AstraZeneca e Pfizer) precisam de uma segunda dose.

Em todo o Estado, foram aplicadas 7.684.770 primeiras doses (107%), 320.838 doses únicas (97%) e 3.738.613 segundas doses (85,5%).

 

 

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?