Programa Capacita Foz vai ter na grade curso inédito de produtor cultural

A nova etapa do programa Capacita Foz terá no seu portfólio também o curso de Produtor Cultural. O público-alvo são os trabalhadores da cultura e de outras categorias que tenham interesse em aprender mais sobre o setor.

“O Capacita Foz é uma das iniciativas mais importantes da binacional, pois ela transforma a vida das pessoas”, diz o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general João Francisco Ferreira.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas até está sexta-feira (10) pelo site do Polo Iguassu: https://poloiguassu.org/capacitafoz/. A iniciativa é da Itaipu Binacional em parceria com o Polo Iguassu e conta com o apoio da Prefeitura de Foz do Iguaçu. Os documentos exigidos no edital devem ser levados até o escritório do Polo Iguassu, que fica na Secretaria Municipal de Turismo, na Avenida das Cataratas.

Segundo o diretor-presidente da Fundação Cultural, Juca Rodrigues, a inclusão de novo curso foi um pedido do município para que esses profissionais, também afetados pela pandemia, recebessem a oportunidade de auxílio e aprendessem novos formatos de trabalho.

“Fomos muito bem recebidos pelos organizadores, Polo Iguassu e Itaipu Binacional, que entenderam e atenderam rapidamente nossa demanda. “Queremos transformar a cidade em um polo de turismo cultural, e as capacitações ajudam muito para isso”.

Para ajudar os interessados, nesta quarta-feira, 8, foi feito um bate-papo com artistas, artesãos, produtores e outros trabalhadores do setor cultural. A ideia foi tirar dúvidas sobre o edital, documentação, requisitos de inscrição e conteúdo das aulas.

O diretor de Projetos e Captação de Recursos Culturais, Alexandre Barbosa, destacou que muitos desses trabalhadores estão em processo de reinserção no mercado após ficarem sem atuar durante mais de um ano.

“É de suma importância a participação de todos esses artistas e produtores que vivem da arte e contribuem para o crescimento deste setor no município. Fomos buscar essa inclusão e agora estamos trabalhando para que eles participem e não percam essa oportunidade”.

 

Expansão de conhecimento

O músico Spartaco Ferreira contou que se animou ao conhecer mais sobre o projeto e participou do encontro com a intenção de tirar as últimas dúvidas sobre o conteúdo do curso, antes de fazer a inscrição.

“Muitos de nós, artistas, ficamos tão focados em nossa arte que esquecemos da necessidade de expandir o conhecimento para outros pontos, como a parte burocrática, marketing e inscrição em outros editais, por exemplo. Por isso vai ser muito bom estar capacitado para além do que já faço diariamente e obter mais informações”.

 

Vagas abertas

De acordo com o coordenador geral do Capacita Foz, Lee Chih Li, a intenção é receber o maior número possível de participantes. Cada turma terá 75 pessoas, mas em caso de mais interessados, outras vagas poderão ser abertas.

Ao todo, são 2.250 vagas para os cursos Organização e planejamento do receptivo turístico; Gestão de pessoas em serviços de A&B; Comunicação Assertiva; Motorista de turismo; Guias; Guias (módulo avançado); Organização de Eventos; Operação de Eventos, além de Produtores Culturais.

Os alunos receberão uma bolsa de estudo mensal no valor de R$ 550 durante os três meses de curso, realizados totalmente no formato on-line. Para participar, é necessário ter 18 anos completos, renda familiar máxima de até três salários mínimos, ser alfabetizado e não estar empregado com vínculo assinado em carteira de trabalho.

“Nós queremos ocupar todas as mais de duas mil vagas com alunos interessados em aprender novas habilidades. Além da bolsa, a pessoa terá a oportunidade de se capacitar e conseguir um novo emprego, um novo formato de renda para mudar de vida”, pontuou Lee.

 

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?