Assistência Social e SENAI formam mais três turmas da Carreta do Conhecimento

A Secretaria Municipal de Assistência Social e o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) entregam nesta quarta-feira (18) os certificados de conclusão de curso para 51 alunos que participaram das aulas de culinária ofertadas na Carreta do Conhecimento.

Pela manhã, às 10 horas, receberam os certificados os alunos do curso de Elaboração de Salgados. Às 16h será a vez da turma de fabricação de bolos e pães naturais e integrais e, às 18h30, os alunos do curso de elaboração de doces receberão os certificados.

“É uma grande satisfação acompanhar estes momentos e ver o quanto os cursos podem transformar a vida dessas pessoas. Dar essa autonomia é imprescindível para também movimentar a economia da cidade, com mais pessoas empreendendo”, comentou o diretor de gestão do SUAS, André dos Santos.

Os cursos, com duração de 40 horas, foram ministrados durante duas semanas na Carreta do Conhecimento, estacionada na Rua Barão do Rio Branco, ao lado da Praça da Paz.

 

Experiência

Através das aulas, os alunos e alunas aprendem muito mais do que receitas e entendem, na prática, o verdadeiro valor da produção, do negócio e do empreendedorismo.

Lenita Barreto fez questão de agradecer a gestão municipal pela oferta dos cursos, e aos professores, por compartilhar a aprendizagem. “Vocês estão mudando a vida das pessoas com esse trabalho incrível. Levarei para sempre esses ensinamentos. O professor Antônio é de total simpatia e profissionalismo. Parabenizo a todos os envolvidos por esse lindo projeto”, disse a aluna, que concluiu os cursos de elaboração de doces e salgados.

Neuza Nascimento afirma que as aulas deram a ela o preparo necessário para retomar o negócio, com a venda de salgados. “Eu fazia pastel para vender, mas fazia do meu jeito, não conhecia todas as técnicas que aprendi aqui. Estou muito feliz e quero agora continuar com o curso de doces”, disse. Neuza também fez o curso de corte e costura e modelagem, todos ofertados gratuitamente pela Secretaria de Assistência Social.

Juliana de Brito é cabeleireira, mas, com o aprendizado adquirido, pretende abrir uma empresa de salgados com o marido. “Comecei a fazer o curso para também estimular ele, e queremos ter algo formalizado, uma pequena empresa para vender coxinhas e salgados”, contou.

Outras três turmas iniciam as aulas amanhã na Carreta do Conhecimento.

 

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?