Cantores iguaçuenses são classificados para a final do FERMOP

A cantora Vitória Dameto e o cantor Edvilson Lambert representarão o município de Foz do Iguaçu na final da 16ª FERMOP – Festival Regional dos Municípios do Oeste do Paraná, que acontecerá no dia 23 de outubro, em Cascavel. Eles foram classificados nas categorias Infanto-juvenil e Popular na primeira edição do evento, realizada no último sábado (14), em Guaíra.

Vitória, ou Vivi Dameto, tem 14 anos e conquistou o primeiro lugar na categoria infanto juvenil. A artista, que canta desde os 7 anos de idade, já se apresentou em eventos promovidos pela Fundação Cultural, como o Natal de Foz, programas de rádio e TV, além de participar de teatros musicais em São Paulo. “Desde muito pequena ela começou a mostrar o dom para a música e nós a incentivamos, com aulas de canto e piano. Vitória teve ótimos professores e hoje, além do canto, também tem uma fonoaudióloga. Ela diz que é o sonho da vida dela, por isso nós vamos apoiar sempre” contou a mãe, Ana Paula Stevanato Dameto.

Essa foi a primeira participação da cantora em um festival.  “Ela já se apresentou em diversos eventos, fez parte da banda da igreja por três anos, mas é a primeira vez que ela participa de um concurso. Estamos muito felizes com o primeiro lugar nessa classificação”, disse Ana Paula.

O cantor Edvilson Lambert conquistou o segundo lugar na categoria popular. Natural do Rio Grande do Sul, ele atua como educador social, professor de matemática, canto e violão. Iniciou a carreira artística aos 13 anos, com a música gaúcha folclórica. Chegou a Foz em 2007, onde está até hoje trabalhando, no CTG Charrua. O cantor tem oito prêmios pelo Festival Gaucho de Arte e Tradição e é vencedor de vários festivais no segmento nativista. “Participar da FERMOP foi um grande desafio, por cantar uma música que não fazia parte do meu cotidiano. Essa música, um fado português, eu conheci quando trabalhava com musicoterapia, e foi algo inédito pra mim”, contou.

Além de Foz do Iguaçu, foram selecionados para a final artistas de Ubiratã, Tupãssi e Guaira, nas categorias gospel, sertaneja, popular e infanto juvenil.

Outras etapas do evento acontecerão em Itaipulândia, Quatro Pontes, Medianeira e Palotina antes da final, em Cascavel. Em razão da pandemia, as apresentações este ano serão presenciais, mas sem público, e exibidas pela internet.

 

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?