Novos moradores dos Boicy I e II comemoram a conquista da casa própria

Os 18 anos de espera pela casa própria terminaram nesta sexta-feira (06) para Modesta Castro, uma das contempladas com um apartamento em um dois novos conjuntos habitacionaisna região de Três Lagoas. Ao todo, 576 moradias foram entregues hoje nos residenciais Boicy I e II, na região de Três Lagoas.

Aos 54 anos, a mãe de três filhos enxerga uma nova possibilidade de vida com a moradia.“Fiquei 18 anos na fila de espera, pagando aluguel. Meus irmãos conseguiram ser chamados e eu só esperava que uma hora fosse chegar minha vez. Hoje estou realizando meu sonho. Não tenho nem palavras, é muita alegria, muita felicidade”, disse a dona de casa.

Julia de Carvalho, 66, esperou 10 anos pela casa própria. Ela conta que estava perdendo as esperanças, quando foi sorteada pelo Fozhabita. “Foi um processo muito longo e preocupante. Eu precisava tanto desse teto pra morar. Eu sou sozinha, pago aluguel, estou afastada do meu trabalho e recebendo auxílio. Eu agradeço a Deus por essa oportunidade e ao Fozhabita, que foi muito legal comigo”.

Além de Julia e Modesta, outras quatro famílias receberam as chaves dos apartamentos durante o evento desta sexta-feira, que contou com a presença do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, do prefeito Chico Brasileiro e outras autoridades. As demais famílias receberão as chaves e assinarão os contratos na segunda-feira (09), a partir das 9h, no próprio residencial.

 

Felicidade

Cerca de 60 famílias acompanharam a solenidade. Elas não escondiam a satisfação em finalmente poder entrar na casa nova. Leoni de Lima vai morar com a filha Larissa e o neto Henri, de sete meses, em um apartamento no térreo, bem ao lado do parquinho. “Já estou vendo meu neto correndo por aqui”, brinca. “É uma felicidade sem tamanho ter um cantinho só nosso”.

Suzana de Souza levou os dois filhos, Paulo Henrique, de quatro anos, e Jonathan, de dois, para conhecer o conjunto habitacional. “Eles adoraram o espaço, até o nosso cachorro veio junto. Vai ser muito tranquila a adaptação, porque o lugar aqui é lindo”, disse a dona de casa. Suzana se inscreveu no Fozhabita há quatro anos e foi contemplada através do sorteio reserva. “Sei que tem pessoas que estão há muito mais tempo que eu esperando, por isso só posso agradecer e comemorar”, disse.

A seleção dos moradores foi amplamente divulgada pelo Fozhabita, exibida pelas redes sociais da Prefeitura e publicada no Diário Oficial do Município, garantindo a transparência no processo.

Os sorteios seguiram critérios determinados pelo Governo Federal, priorizando idosos; pessoas com deficiência; doentes crônicos; famílias monoparentais; famílias onde a mulher é a responsável pelo lar, com mulheres que possuem medidas protetivas, e as que vivem em áreas de risco.

Cada família pagará pelo imóvel cerca de R$ 80 a R$ 200 por mês, dependendo da renda. Quem determina os valores é a Caixa Econômica Federal, responsável pelo financiamento.

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?