Modelo de concessão do Mercado Público é apresentado em Audiência Pública

O Parque Tecnológico Itaipu – Brasil (PTI-BR) apresentou à comunidade, na tarde desta terça-feira (3), durante Audiência Pública na Câmara de Vereadores, o projeto de concessão do Mercado Público de Foz do Iguaçu, empreendimento que irá promover a geração de empregos e oportunidades à população, além de se tornar um atrativo para visitação aos munícipes e turistas.

Durante a audiência pública, que ocorreu de forma híbrida (presencial e online), os participantes tiveram a oportunidade de conhecer os detalhes de como será o modelo de concessão dos serviços de implantação, manutenção e exploração econômica do Mercado Público, construído na antiga Cobal, Vila A, bem como, esclarecer dúvidas e colaborar com perguntas.

Para o diretor superintendente do PTI-BR, general Eduardo Garrido, a audiência cumpriu o objetivo de garantir a participação da sociedade, a transparência e a lisura do processo. “A participação da comunidade nesta etapa foi muito positiva para debater e avançarmos juntos nesse grande e importante ativo para a cidade. Todos os apontamentos recebidos serão analisados pela equipe técnica que atua na viabilização do empreendimento”, afirma.

O Presidente da Câmara Municipal, Vereador Ney Patrício, agradeceu a oportunidade de ampliação do debate sobre o Mercado Público com a comunidade. “Obtivemos um resultado extraordinário com a realização da Audiência Pública que possibilitou, em um amplo debate, a participação do público com a apresentação de demandas e sugestões a serem avaliadas para o aperfeiçoamento do edital”, pontuou.

 

Investimentos

Tendo como principal vocação o destino gastronômico, o Mercado Público recebeu um investimento de aproximadamente R$ 14,5 milhões, com projeto do PTI-BR e recursos da Itaipu Binacional. Em fase final de obras, com previsão de conclusão para agosto, a edificação existente foi totalmente revitalizada e ampliada, ofertando toda a infraestrutura e acessibilidade necessária.

“A população e os turistas de Foz do Iguaçu terão, em breve, à disposição, esse investimento que, além de uma nova opção de lazer, promoverá a movimentação da economia e o resgate da história da nossa cidade”, complementa Garrido.

Ao todo, a estrutura conta com a capacidade de implantação de 72 lojas com boxes que variam de 4m² a 180m². O mix inicial proposto para atividade comercial abrange os segmentos de gastronomia, empórios, serviços, hortifrutigranjeiros e souveniers. Estima-se que o empreendimento gere mais de 270 novas vagas de trabalho diretas e mais de 180 indiretas.

Após a análise das considerações e sugestões recebidas durante a consulta pública, o cronograma prevê para setembro a finalização formal da estrutura com emissão do habite-se e a publicação do Edital de Chamamento Público para definição da empresa especializada que ficará responsável pela implantação, manutenção e exploração econômica do Mercado Público. A seleção da empresa e a aprovação do mix deverá ser concluída até novembro. O período para instalação das lojas será de dezembro até abril, para quando está prevista a inauguração.

 

Presenças

A Audiência Pública contou também com a presença do diretor administrativo-financeiro, Flaviano Masnik, Gestor do Complexo Turístico Itaipu (CTI), Yuri Benites, demais representantes do PTI-BR, da Vereadora Anice Gazzaoui, Vereador Galhardo, Vereador Adnan Sayed, Vereador João Morales, Vereador Alex Meyer e Vereador Jairo Cardoso. Além de representantes das Associações Aprofoz, Coafoz, Aplifi, Codefoz, empreendedores, comerciantes e a população interessada.

 

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?