Secretaria de Saúde retoma cirurgias eletivas em Foz do Iguaçu

A Secretaria de Saúde de Foz do Iguaçu retomou a realização de cirurgias eletivas, suspensas desde março de 2020 por conta da pandemia da covid-19. Desde segunda-feira (19) foram feitos 12 procedimentos e outros 13 previstos para o início da próxima semana. A partir de agosto, a previsão é que sejam feitas cerca de 300 cirurgias por mês.

De acordo com a Diretoria de Assistência Especializada, as filas de espera estão sendo revisadas há cerca de um mês para verificar todas as demandas de cirurgias. A retomada foi possível, segundo o prefeito Chico Brasileiro, por conta da redução do número de casos da doença no município e pelo avanço da vacinação. Atualmente, Foz está com 73,3% da população adulta vacinada e a previsão é que até a primeira quinzena de agosto chegue a 100%.

Segundo a secretária municipal de Saúde, Rosa Maria Jerônymo, os casos de baixa e média complexidade serão feitos no Poliambulatório Nossa Senhora Aparecida. Já os de alto risco serão agendados no Hospital Municipal Padre Germano Lauck.

“Essas primeiras cirurgias foram realizadas para fazermos uma avaliação final das condições das unidades e de custos para o planejamento dos trabalhos. O Poliambulatório, por exemplo, será readequado para atender aos pacientes no pós-operatório. A intenção de todas essas adequações é oferecer um atendimento de qualidade para os pacientes”, disse.

 

Contato com os pacientes

O diretor de Assistência Especializada, Ademir Ferreira, conta que está sendo feita uma avaliação das filas por especialidades, com base nas prioridades legais, como o Estatuto da Criança e do Adolescente e o Estatuto do Idoso, e nas prioridades técnicas (pacientes portadores de patologias diversas, necessidades especiais, entre outras).

“Feita essa classificação, a equipe da diretoria de Assistência Especializada entra em contato com os pacientes e irá encaminhá-los ao pré-operatório do Poliambulatório, para avaliação e realização dos exames necessários para que o paciente venha a ser submetido a uma cirurgia”, afirmou.

Para garantir a agilidade no atendimento, a Secretaria de Saúde reforça a importância de manter os dados atualizados junto às unidades de saúde, como telefones para contato e endereços.

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?