Beto Preto garante apoio à retomada das cirurgias eletivas em Foz

O secretário estadual de Saúde, Beto Preto, estará na semana que vem em Foz do Iguaçu para apoiar a retomada das cirurgias eletivas, informou o prefeito Chico Brasileiro após audiência com Beto Preto nesta quarta-feira, 14, em Curitiba. “O secretário vai apoiar a execução da meta de mais de 300 cirurgias por mês, que já estão garantidas pela prefeitura”, disse Brasileiro. O deputado Hussein Bakri acompanhou o encontro.

A proposta, segundo Brasileiro, é ampliar a capacidade da saúde municipal para realizar mais cirurgias, que foram represadas em função da pandemia do coronavírus. “Temos leitos, insumos, equipes e estrutura para cumprir esta meta de 300 cirurgias por mês. Mas queremos fazer quantas cirurgias forem necessárias e o secretário vai nos apoiar”, completou o prefeito.

Foz do Iguaçu vai retomar os procedimentos cirúrgicos eletivos em agosto. Chico Brasileiro afirmou que a suspensão das cirurgias foi necessária para direcionar medicamentos aos pacientes internados com covid, mas agora, com a redução na ocupação de leitos e taxa de transmissão menor, é possível garantir uma retomada.

“Estamos com quase 60% da população adulta vacinada com a primeira dose. Observamos uma redução no número de casos e óbitos pela doença, assim como da ocupação de leitos de UTI do hospital municipal, que baixou para 80% depois de cinco meses”, disse.

 

Estrutura

A secretária municipal de Saúde, Rosa Maria Jerônymo, afirmou que as cirurgias e procedimentos de baixa e média complexidade serão feitos no Poliambulatório Nossa Senhora Aparecida, no Porto Meira e de alta complexidade no Hospital Municipal Padre Germano Lauck. A Diretoria de Assistência Especializada já iniciou o contato com os pacientes cadastrados para agendar novas consultas e exames pré-operatórios.

Atualmente, cerca de sete mil pessoas estão cadastradas para procedimentos cirúrgicos em Foz. As principais demandas envolvem ginecologia, otorrinolaringologia, cirurgia geral, urologia e ortopedia.

Rosa Jerônymo informou ainda que o Poliambulatório Nossa Senhora Aparecida passará por adequações para atender os pacientes no pós-operatório. “Com as cirurgias de média complexidade, o paciente passará a noite no local, por isso vamos reorganizar as equipes e adaptar os consultórios para se tornarem leitos de pós-operatório”.

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?