PTI-BR prospecta parceria com Inmetro no edital Smart Vitrine no Bairro Itaipu A

O presidente do Inmetro, Marcos Heleno Guerson de Oliveira Junior, esteve nesta segunda-feira, 21, em Foz do Iguaçu para conhecer o Parque Tecnológico Itaipu – Brasil (PTI-BR) e o Sandbox do Bairro Itaipu A. O Sandbox é um ambiente controlado, regulamentado por decreto, específico para testes de tecnologias, associado ao desenvolvimento de cidades inteligentes.

Na ocasião, a comitiva do Inmetro esteve no Centro de Desenvolvimento Tecnológico do PTI-BR e, em seguida, visitou o Bairro Itaipu A onde conheceu o Centro de Controle e Operações no Gramadão da Vila A, além das luminárias, câmeras, semáforos e pontos de ônibus inteligentes que já foram instalados e estão funcionando diariamente.
De acordo com Marcos Heleno, a ideia da visita é aprender com a experiência do PTI em seus projetos e verificar se o Inmetro pode agregar, seja na validação ou na certificação dessas tecnologias. Além disso, o Inmetro também deseja futuramente instalar um ambiente Sandbox próprio com suas soluções para o mercado.

“Estou muito interessado em saber o que está sendo feito no Smart Vitrine.  Por que assim como Foz do Iguaçu é um laboratório para essas tecnologias, nós podemos fazer o mesmo para o Inmetro em outra cidade”, explicou.

Marcos Heleno também destacou a importância do apoio do poder público para que a iniciativa privada possa desenvolver soluções para a população. “O que chamou mais atenção aqui foi a criação de um ecossistema, uma inovação na forma como temos a governança no Brasil, ou seja, ao invés apenas do poder público estar interessado em oferecer as soluções foi possível criar um ecossistema para que todas as partes interessadas produzam as soluções que o País precisa”, disse o presidente do Inmetro.

 

Smart Vitrine
Para o diretor superintendente do PTI-BR, general Eduardo Garrido, o edital do Smart Vitrine é o primeiro passo para atrair empresas de base tecnológica à Foz do Iguaçu, fortalecendo e diversificando a economia da região.
“O Smart Vitrine é parte de uma estratégia para alavancar a economia da cidade e para isso precisamos atrair empresas e gerar empregos. O Programa Vila A Inteligente já possui uma estrutura física que vai se tornar uma plataforma de negócios. Estamos lançando editais para atrair startups e grandes empresas para que implantem suas soluções tecnológicas aqui e resolvam problemas reais da cidade, impactando de forma positiva a qualidade de vida da população”, disse.

A ideia é que o Inmetro seja parceiro do PTI-BR no edital do Smart Vitrine, o que deverá ser mais um item atrativo para as empresas se instalarem no município para testarem e validarem suas tecnologias.

 

Comitiva Inmetro
Além do presidente do Inmetro, também visitaram o PTI-BR e o Bairro Itaipu A: Paulo Henrique Lima Brito, diretor de Planejamento e Articulação Institucional; Leililene Antunes Soares, chefe de Gabinete; Beniamin Achilles Bondarczuk, diretor de Avaliação da Conformidade; Carlos Alberto Valentim dos Santos, Procurador Federal; Periceles José Vieira Vianna, diretor de Metrologia Legal; Lenilton Duran Pinto Correa, diretor de Avaliação da Conformidade; Marcos Aurelio Lima de Oliveira, gerente de projeto.

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?