Após reforma, Horto Municipal reabrirá as portas ao público na próxima semana

Depois de passar por uma ampla reforma, o Horto Municipal de Foz do Iguaçu reabre as portas ao público no dia 17 de junho, quinta-feira, seguindo todas as medidas de prevenção à Covid-19.

Com 43 anos de existência, o espaço – localizado no bairro Patriarca – vem se transformando, e poderá cumprir de maneira eficiente seu papel de educação ambiental aos moradores da cidade. A visita técnica de reabertura do Horto está marcada para às 11h.

O horto possui dez mil metros quadrados e está localizado dentro da floresta com vegetação típica da Mata Atlântica, com plantas nativas e exóticas. Entre elas algumas se destacam, como o açoita-cavalo, sabugueiro, paineira, pau-brasil, lambari, plantas hospedeiras e xaxim.

O espaço recebeu uma nova estufa, que permitirá multiplicar a capacidade de cultivo em mais de 10 mil mudas, bem como o tempo de vida das espécies e a possibilidade de ampliar a doação de mudas aos moradores.

Foram reformadas as estruturas físicas, como a sala administrativa; refeitório; recepção; local para armazenamento de telhas usadas, que estão sendo reaproveitadas na contenção de canteiros de flores em áreas públicas; e revitalização do espaço de armazenamento de flores e mudas de árvores.

Também será instalada uma cisterna para captação de água da chuva, a fim de promover a sustentabilidade na irrigação das espécies cultivadas. O espaço conta com o apoio de alguns trabalhadores do Patronato Municipal, que estão sendo reinseridos no mercado de trabalho e desempenhando atividades na manutenção do local.

“O Horto Municipal é um espaço simbólico da preservação e da valorização do meio ambiente em Foz do Iguaçu, além de ter o objetivo de ser um local de educação ambiental. Por isso, fizemos melhorias para deixar o Horto um ambiente ainda mais adequado e agradável para ser usufruído por toda a população da cidade”, destacou o prefeito Chico Brasileiro.

Trilha sensorial

Uma trilha sensorial e uma trilha por entre a mata estão sendo estruturadas como instrumentos de educação ambiental do Horto. Em breve, a comunidade poderá realizar os passeios guiados no local. As trilhas têm o objetivo de sensibilizar para as questões ambientais, em especial sobre a flora e fauna local e a inter-relação do homem e a natureza.

O espaço possui ainda uma parceria com o consórcio Jota Ele / PlanaTerra, que utiliza o lugar para a produção das mudas de compensação ambiental da Rodovia de Acesso à Segunda Ponte Internacional Brasil x Paraguai. Para a produção das mudas foram colhidas sementes nas áreas onde sofreram supressão vegetal, e utilizadas para reprodução de mudas nativas da Mata Atlântica.

Compensação de licenças

O Horto também concentra o recebimento de mudas advindas de compensação de licenças ambientais (o recebimento se dá por agendamento pelo telefone: 3529-7983). O horário para entrega pode variar entre 09h às 13h30min, de segunda a sexta-feira.

A população também poder[a buscar doações de mudas, nas terças e quintas-feiras, das 8h30 às 13h30. O interessado assinará um termo de responsabilidade de plantio e cuidado com as mudas e a doação será registrada no sistema da secretaria de meio ambiente.

Mesmo com a pandemia, no último ano o Horto disponibilizou centenas de mudas de árvores nativas, que foram plantadas nas principais avenidas da cidade, áreas verdes e áreas de preservação permanente. Também fornece as mudas para o projeto de plantio de árvores em homenagem às vítimas do Covid-19 no Parque Monjolo.

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?