Começou nesta semana a instalação dos radares que irão compor o novo sistema de fiscalização eletrônica no sistema viário. O objetivo do Foztrans (Instituto de Trânsito de Foz do Iguaçu) é reduzir o número de acidentes e mortes nas vias, especialmente nos cruzamentos centrais. Ao todo, 25 pontos estratégicos da cidade receberão os aparelhos.

“Experiências em todo o mundo demonstram que um dos meios mais eficazes para reduzir o número de mortos e feridos em acidentes de trânsito é a adoção de um programa de fiscalização eletrônica”, explica o superintendente do instituto, Fernando Maraninchi. “Da mesma forma, o sistema possibilita a coleta de dados estatísticos para formulação de novas medidas preventivas, que contribuam para a qualidade de vida dos motoristas e a segurança no trânsito”, ressaltou.

Os novos equipamentos irão registrar o excesso de velocidade, avanço de sinal vermelho, parada sobre a faixa de pedestre e o trânsito de veículos pesados em locais proibidos.

As informações serão armazenadas no Centro de Processamento de Dados e Imagens (CPDI), na sede do Foztrans, onde estão instalados computadores, monitores e impressora multifuncional, bem como toda a infraestrutura de aplicativos e serviços de conexão necessários à execução das atividades relativas ao processamento das imagens, geração de AITs (autos de infração de trânsito) e operação do sistema.

Funcionamento
Os radares devem entrar em funcionamento somente quando todos estiverem instalados e testados, o que deve ocorrer em no até 30 dias. O início da operação será devidamente divulgado pelo Foztrans através de seus canais oficiais, bem como a lista com todos os locais onde os equipamentos estarão posicionados.

“É Importante ressaltar que os locais serão devidamente sinalizados com placas indicativas de fiscalização eletrônica, no intuito de avisar o usuário que determinada via está sendo monitorada”, ressaltou Fernando.

A empresa Quality Flux Automação e Sistemas foi a vencedora da licitação e é a responsável pela instalação do sistema. Ela também será a responsável pela manutenção dos equipamentos pelo período de 30 meses. O investimento do município é de R$ 3 milhões.

Confira os locais que serão monitorados:

Medidor de velocidade fixo:
Avenida das Cataratas, próximo ao nº 2.000 (sentido centro)
Avenida Cataratas, próximo ao nº 1.567 (sentido Cataratas)
Avenida JK, nº 1.700 Avenida JK, nº 1.755
Avenida Paraná, nº 2.340
Avenida Morenitas, próximo ao nº 1.683
Avenida Paraná, próximo ao viaduto (sentido bairro)
Avenida Paraná, próximo ao viaduto (sentido centro)
Avenida Andradina, nº 2.900 (sentido Unioeste)
Avenida Andradina, nº 984 (sentido centro)
Avenida Costa e Silva, nº 1.396 (sentido BR-277)
Avanço de sinal vermelho e parada sobre faixa de pedestres:
Avenida Costa e Silva, próximo ao nº 1.850 (sentido rodovia)
Avenida Costa e Silva, próximo ao nº 1.655 (sentido centro)
Avenida JK, próximo ao nº 3.897
Avenida JK, próximo ao nº 1.124
Avenida JK, no cruzamento com a Avenida República Argentina
Avenida JK, no cruzamento com a Avenida José Maria de Brito
Avenida Paraná, próximo ao nº 3.450

Lombada eletrônica:
Avenida das Cataratas, próximo ao nº 3.200
Rua Bartolomeu de Gusmão, próximo ao nº 1.365
Avenida das Cataratas, próximo ao nº 569
Avenida JK, próximo ao nº 200
Avenida JK, próximo ao nº 3.850 (viaduto sentido bairro)
Avenida JK, próximo ao nº 4.437 (viaduto sentido centro)
Rua Sérgio Gasparetto, nº 460

 

(Assessoria)